PREFEITO DA UFRJ DIVULGA AÇÕES PARA CONTER VIOLÊNCIA

02.04.2018

Após uma nova escalada de casos de violência no campus da Cidade Universitária, o prefeito da UFRJ, Paulo Mario Ripper, realizou uma série de apresentações para esclarecer que medidas a universidade está tomando para proteção da comunidade acadêmica. Após participar do Consuni e CEPG em março, a última delas foi na reunião do Conselho de Centro do CCS, na segunda (2/4).

Logo na abertura do pronunciamento, Ripper ressaltou que o problema da segurança pública é uma responsabilidade do governo estadual, mas que caberia ao prefeito da UFRJ, como representante da universidade, cobrar que medidas sejam tomadas para assegurar a tranquilidade de quem estuda e trabalha no campus. "Estamos atuando em três frentes para melhoria da segurança. A primeira delas, sem dúvida, é a cobrança à Secretaria Estadual de Segurança de mais apoio às ações do 17º BPM (Ilha do Governador) e, em consequência, tornar mais ostensiva do patrulhamento do campus", disse.

Segundo Ripper, há a expectativa de que seja agendado um encontro com o novo secretário, o General de Brigada do Exército, Richard Fernandez Nunes, indicado após a intervenção militar no Estado do Rio de Janeiro. "Além de pedir reforço no policiamento, vamos reivindicar que a Divisão Anti-sequestro (DAS) participe das investigações que levem à prisão a quadrilha que atua praticando roubo com privação de liberdade (sequestros-relâmpagos) nos estacionamentos há mais de um ano. Há fortes indícios, pela forma de atuar, de que seja o mesmo grupo de criminosos que está a cada dia mais ousado", disse o prefeito
.
Outra iniciativa que a UFRJ vem tomando para aumentar a segurança na Ilha do Fundão é de estimular que as empresas com unidades no campus, como a Petrobras, participem do Programa Estadual de Integração na Segurança (PROEIS) da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ). "Por meio de recursos provenientes dessas empresas, seria possível ter patrulhamento 24 horas no campus", afirmou Paulo Mario Ripper. O PROEIS é uma medida que permite remuneração dos policiais militares em horário complementar ao seus contratos de trabalho. Os policiais que aderem ao Programa atuam fardados e obedecem às normas gerais do estado.

A terceira frente em que o prefeito da UFRJ está atuando visa a renovação da frota de veículos da Divisão de Segurança (Diseg) que se encontra precária, graças a escassez de recursos para manutenção dos veículos que têm alta rotatividade. "Os carros da Diseg praticamente não param e, com os cortes orçamentários, só estamos com duas viaturas aptas a circular. Pactuamos com a PR-3 o levantamento de 280 mil reais, que permitirá a aquisição de cinco ou seis viaturas novas", concluiu Paulo Mario Ripper.

Praça Jorge Machado Moreira, 100, Cidade Universitária, Rio de Janeiro, RJ - CEP 21941-592 | Caixa postal 68.010, Tel.: +55 21 3938-9324 Fax: +55 21 3938-4940

UFRJ Prefeitura Universitária
Desenvolvido por: TIC/UFRJ